Premiações e muita emoção

Por Juliana Reimberg, Gabriel Marques e Roberta Berardo

As imagens retratam um pouquinho do clima de hoje no InterBand. O sábado é marcado por finais e premiações repletas de emoção no InterBand 2013!

554526_459892354110142_191353753_n 993976_459916620774382_1477530769_n 1011641_459934100772634_883510172_n 1184947_459860327446678_987005871_n 1185063_459931490772895_841146662_n 1185676_459887757443935_357220633_n 1233584_459888597443851_403556278_n 1236326_459935037439207_1777443297_n 1236368_459878494111528_1789243511_n

 

premiação 2 premiação

Lição de incentivo e de companheirismo

Por Juliana Reimberg

A professora de português Marise Hansen está sempre presente nos jogos do filho. Mãe de André Luiz, aluno do Bandeirantes e jogador do time de voleibol da categoria mirim, sempre comparece aos jogos para prestigiar o filho e acompanhar o desempenho dele dentro da quadra de volêi.

11de750bb1935ee485dd37ba081ae2c0
Durante uma entrevista ao blog do InterBand, a professora contou que comparecer aos jogos é uma forma de prestigiar o filho, como também  o Colégio Bandeirantes no qual ela trabalha. “Vemos a diferença de jogo em jogo e a evolução da equipe” completou.

Marise ressaltou que é essencial haver organização e comprometimento tanto do aluno, para se dedicar aos esportes e aos estudos, quanto da família, para levar o filho aos treinos e jogos. inclusive aos finais de semana. “Eu vou sempre incentivar (o André) a ficar nos esportes, porque eu acho que uma coisa complementa a outra. Só o trabalho mental sem o físico, e só o físico, sem o mental ficará sempre insuficiente.”

Ao final da entrevista, a professora elogiou o Interband afirmando que este é um grande estímulo aos jogadores e ao colégio, uma vez que muitas pessoas visitam o Bandeirantes e toda a estrutura da escola se volta ao torneio durante esse mês muito especial.

Finais do InterBand no fim de semana

O maior evento esportivo do Band chega mais uma vez ao seu fim, com partidas emocionantes e decisivas para os times classificados.

InterBand-2013

Dentre as modalidades esportivas que estrearão este fim de semana encontramos Basquete, Futsal, Voleibol e Handebol, em suas subdivisões masculina e feminina, mirins e pré-mirins. Não deixe de conferir o resultado dos jogos dos próximos dias e aproveite para descobrir um pouco mais sobre a competição deste ano acessando o blog do Interband!

Confira algumas das finais e disputas por terceiro lugar que já estão definidas

Apurado por Juliana Reimberg

A seguir, confira algumas das disputas por medalhas que já estão definidas no InterBand 2013:

Basquete mirim feminino: Sabin X Band – 31/08 – 17h40

Basquete infantil feminino: Band A X Band B – 31/08 -16h00

Basquete juvenil feminino: Band A X São Luis – 01/09 – 08h50 (final) e Band B X Sanfra – 01/09 – 08h00 (terceiro lugar)

Basquete juvenil masculino: Band X Sagrado – 01/09 – 12h10 (final) e Escola da Vila X Sanfra – 01/09 – 11h20 (terceiro lugar)

Futsal pré-mirim feminino: Escola da Vila X CEB – 31/08 – 14h20 (final) e Pentágono X Band – 31/08 – 13h30 (terceiro lugar)

Handebol infantil feminino: Sabin X Sanfra – 01/09 – 08h50 (final) e Band X Pinheiro – 01/09 – 08h00 (terceiro lugar)

Handebol infantil masculino: Band X Sanfra – 01/09 – 10h30 (final) e Escola da Vila X Granja – 0/09 – 09h40 (terceiro lugar)

Handebol juvenil feminino: São Luis X Band – 01/09 – 16h00 (final) e Sanfra X Arqui – 01/09 – 15h10 (terceiro lugar)

Voleibol infantil feminino: Dourado X Rainha – 31/08 – 14h20 (final) e São Luis X Band – 31/08 – 13h30

Voleibol infantil masculino: Band X Pinheiro – 31/08 – 16h00 (final) e Spinosa X Dourado – 31/08 – 15h10 (terceiro lugar)

Voleibol juvenil feminino: Dourado X Band – 01/09 – 10h30 (final) e São Luis X Vértice – 01/09 – 09h0 (terceiro lugar)

Voleibol juvenil masculino: BandX Sanfra – 31/08 – 17h40 (final) e Dourado X Mazza – 31/08 – 16h50

Boa sorte a todos os times!

Jogadora profissional de volei conta como incentiva a filha a se envolver com esportes

Por Gabriel Marques

Hoje (24/08), Ida – ex-jogadora profissional de voleibol feminino – conversou com nossa equipe sobre valores que os esportes trazem e sobre a importância destes. Isso tudo a partir do incentivo que ela passa para sua filha Carolina, jogadora de handebol da Escola da Vila.

1174433_500699956682123_146696713_n

 

Confira no vídeo a seguir com a entrevista completa.

 

 

Encontro de gerações

Por Juliana Reimberg

Na última sexta-feira (16/08), o InterBand presenciou uma disputa muito peculiar. Matheus do Nascimento, auxiliar técnico do Bandeirantes, enfrentou seu pai na semifinal do voleibol juvenil masculino. Edson do Nascimento é atualmente técnico do time de voleibol do Dourado, colégio com tradição no voleibol há 12 anos, e sempre incentivou seu filho a também seguir a área esportiva. Filho de apontadora e árbitro nacional de voleibol, Matheus basicamente cresceu dentro da quadra de vôlei. Foi desde jogador até auxiliar técnico de seu pai no Dourado. E neste ano, com a intenção de crescer em sua carreira, veio trabalhar no Bandeirantes como auxiliar técnico da professora Claudia Cristina nas categorias infantil e juvenil de voleibol masculino.

6344030a4a5ded21069c0b99f4e375c4

 

Durante uma entrevista ao blog do InterBand, pai e filho contaram que já haviam jogado um contra o outro durante a Liga Escolar. Nesta partida o Dourado venceu. No entanto, no jogo de sexta do InterBand, o Bandeirantes saiu vitorioso. Confira abaixo uma entrevista exclusiva com Matheus e Edson do Nascimento.

InterBand: Matheus, optar por seguir carreira com os esportes, em especial o voleibol, teve influência do seu pai?

Matheus: A influência da família foi direta. Meu pai é técnico, minha mãe também é da área de Educação Física, portanto eu praticamente cresci em uma quadra de vôlei. Além disso, já fui atleta do meu pai, trabalhei ano passado com ele e, esse ano, nós estamos jogando um contra o outro.

InterBand: Edson, você até hoje está passando alguns ensinamentos ao Matheus ou ele já está “andando com as próprias pernas”?

Edson: A vinda dele para o Bandeirantes foi exatamente para ele começar a desenvolver a carreira dele. Mas claro que a gente vai dando alguns conselhos, isso nós não vamos parar nunca. Pai é sempre assim, para o resto da vida nós vamos continuar dando conselhos.

InterBand: Matheus, como foi a sua vinda para o Bandeirantes?

Matheus: Desde o ano passado nós tínhamos um trabalho bacana no Dourado e já conhecíamos a Claudia Cris. Então, ela me convidou para vir trabalhar aqui no Bandeirantes. Eu e o meu pai concordamos com a minha vinda. O Bandeirantes em esportes também é uma referência e para “conseguir um up” na minha carreira e “andar com as minhas próprias pernas” eu precisava vir pra cá.

InterBand: Em termos gerais, quais foram as opiniões de vocês a respeito do jogo de sexta?

Edson: Eu acho que hoje o predomínio foi da vontade do Bandeirantes no jogo. O jogo da Liga foi uma partida normal e, quando você vem jogar contra o Bandeirantes o InterBand, é muito difícil ganhar do Bandeirantes pois ele incorpora muito o campeonato. Para os jogadores do Band é tremendamente importante ganhar e eu não consegui passar isso para os meus meninos de ter uma superação para conseguir encarar o Bandeirantes aqui dentro.

Matheus: Eu acredito que hoje o jogo do Bandeirantes foi excepcional. Os meninos jogaram com garra do começo ao fim. E é o que ele realmente disse: aqui no Bandeirantes, no InterBand em si, é um outro espírito. A gente se prepara o semestre inteiro para chegar no InterBand com força máxima. Eu senti já isso porque joguei InterBand como assistente técnico do Dourado no ano passado e, esse ano, agora trabalhando aqui no Bandeirantes você sente a diferença. O colégio inteiro, em todas as modalidades, prepara-se para a competição. Isso é realmente muito legal!