Com goleira substituta, Sagrado vence e está na final do Futsal feminino

Por Mariana Pereira, Juliana Morato e Isabela Taccolini

Ontem, às 11h20, as garotas da categoria Mirim dos colégios Sagrado Coração de Jesus e Arquidiocesano disputaram excitante partida de futsal. O Sagrado venceu por 7 a 1 e disputará a medalha de ouro.

Durante a partida, as jogadoras de ambos os times mostraram ter muito talento. “Elas [do Arqui] marcam muito bem e fazem muita tabelinha, foi difícil”, comentou Tatiana Chevis, 13, camisa número 10 do Sagrado.

A goleira oficial do Sagrado, Beatriz, 12, não pode jogar devido à fratura no dedo da mão direita, mas nem por isso deixou de comparecer e vibrar pelo time.

A goleira oficial do Sagrado, Beatriz, 12, não pode jogar devido à fratura no dedo da mão direita, mas nem por isso deixou de comparecer e vibrar pelo time.

Apesar do bom time do Arqui, a equipe vencedora acabou superando todas as expectativas. A goleira substituta, Carolina Raad, 14 anos, além de ter feito várias defesas, conseguiu também marcar um gol de placa, chutando de sua própria área. “É a segunda vez que jogo no gol, e fiz um de placa!”, exclamou. “Na verdade, eu jogo na linha, mas goleira quebrou o dedo e eu entrei no lugar dela.”, continuou. Apesar de não ser a goleira oficial, Carolina demonstrou muito talento nessa posição, levando apenas um gol na partida.

A vitória classificou as garotas do Sagrado para a final, que ocorrerá no dia 02/09, quarta-feira, às 18h30, na Quadra 1.