Band leva o bronze do pré-mirim de futsal

Por Anna Gabriel Oliveira

bgBandeirantes e Nossa Senhora das Graças se enfrentaram neste domingo na disputa pelo 3º lugar do futsal na categoria pré-mirim masculino. O Band venceu por 7×4, num jogo com ambos os times atacando bastante e também com várias faltas.

O Band começou o jogo atacando muito. O time marcou o primeiro gol aos 50 segundos de partida e, logo em seguida, colocou uma mais uma bola na rede adversária. O Gracinha, no entanto, não desanimou e empatou o placar. Apesar do equilíbrio do jogo, o Band continuou a atacar insistentemente, mantendo a maior posse de bola. Após o intervalo, o Gracinha voltou com mais vontade, chutando muito mais ao gol. Mas isso não impediu o Band de marcar mais quatro vezes.

“Os jogadores do Gracinha eram fortes e muito agressivos”, comentou o camisa 18 do Band, Lucas Suzuki, 11 anos, contou que joga desde pequeno. Mesmo assim, Suzuki achou que a partida foi boa. Já o técnico Dutra, também do Band, considerou o jogo disputado, mas que a atuação de seu time lhe agradou.

Arqui vence Gracinha no Hand pré-mirim

Por Anna Gabriela Oliveira e Isabela Sarno Taccolini

goleiroDuas tradicionais equipes se enfrentaram nesta sexta-feira no handebol. Arqui e Gracinha, com seus jogadores da categoria pré-mirim, mostraram seus talentos em jogo bem disputado que acabou com a vitória do Arqui por 15×11.

O jogo começou rápido e disputado. Enquanto o Gracinha não fez tantas jogadas em equipe, confiando que um contra-ataque rápido seria mais eficiente, o Arqui, por apostar mais em passes entre seus jogadores, conseguiu furar a defesa do oponente com muito mais facilidade, fazendo com que o primeiro tempo terminasse 9×3.

O intervalo foi momento de concentração, com os jogadores do Gracinha silenciosos e introspectivos. O segundo tempo iniciou-se com um gol do Graças, mas o Arqui revidou com garra, fazendo três gols seguidos e, após alguns minutos, mais três em série. O Graças conseguiu, então, quando o jogo se aproximava do seu décimo minuto, seu quinto gol, que foi seguido por um do adversário e mais dois do Graça

Um dos grandes destaques da partida foi o goleiro do Arqui, Lourenze Mariane, de 12 anos. Ele mostrou talento, apesar de só ter começado a jogar nesse ano. afirmou achar o nível de dificuldade do jogo razoável. “Houve outros mais difíceis” disse. Essa foi a terceira partida que o Arqui jogou no InterBand esse ano. De acordo com Mariane, comparada a contra o Vera Cruz e contra o Magno, foi a partida mais fácil.

Villare e Gracinha empatam

Por Anna Gabriela Oliveira e Isabela Sarno Taccolini

SDC14096Nessa sexta-feira, os colégios Villare e Nossa Senhora das Graças se enfrentaram na categoria futsal mirim masculino. Disputado, o jogo acabou com empate de 5×5.

O Villare começou a partida deixando claro que iria lutar pela vitória, marcando um gol no segundo minuto do jogo. A defesa e o ataque estavam fortes e bem organizados. Já o Gracinha não se abalou com os gols sofridos e mostrou jogo. O time conseguiu empatar a partida em 3×3, no primeiro tempo.

O segundo tempo começou com os dois times mostrando a mesma vontade do início da partida. O Gracinha prevaleceu no inicio, fazendo seu quarto gol. Nos últimos segundos de jogo, o goleiro do Gracinha fez uma boa defesa, impedindo e vitória do Villare e fazendo com que o jogo terminasse num empate.

Em jogo disputado, Gracinha vence Salesiano

Por Letícia Melo de Paulo e Bárbara Ribeiro

O time do Salesiano de futsal masculino jogou contra o Nossa Senhora das Graças. O Gracinha venceu por 5×4. O goleiro Alexandre Guimarães, do Salesiano, se destacou. Apesar de ter deixado algumas bolas passarem, defendeu chutes perigosos.

O técnico Mauro Cesar, do Nossa Senhora das Graças, disse: “Acho que todas as equipes estão equilibradas. Quem ganha mesmo é quem tem mais vontade. Hoje, nós tivemos mais vontade. Mas ainda falta a auto-confiança dos jogadores.”. Ele conversou bastante com o time durante o jogo e demonstrou a importância de uma boa comunicação, sem que haja pressão a mais do que um torneio já traz.