Pré-mirim do Mazzarello é campeão no Voleibol

Por Isabella Alchorne

9Na final do voleibol pré-mirim masculino, o Colégio Mazzarello venceu o Colégio Bandeirantes por 2 sets a 0. As parciais foram 21×19 e 21×14. Os meninos do Mazza, ao final do jogo, estavam tão animados que deram peixinho e várias voltas olímpicas ao redor da Quadra 2.

“O time já jogou o InterBand ano passado como pré-mirim, o que os trouxe maior experiência em algumas situações do jogo”, disse o técnico do Mazzarelo, Cláudio Lopes. Mesmo assim, o treinador não nega que o jogo foi disputado. E quando perguntamos sobre o clima de domingo, ele respondeu: “o sol atrapalha a todos, isso é um problema, porém nenhum sai prejudicado já que ambos os lados têm que enfrentá-lo.”

Confira a entrevista com o técnico, Luiz Domingos, do Bandeirantes:

Blog: O que você achou do jogo?

Luiz: O time do Mazzarello é um time já vem treinado há bastante tempo. Alguns meninos já são mais desenvolvidos, mais maduros para jogar voleibol. Nosso time é formado esse ano. Mas para mim, o jogo foi ótimo, apesar da pouca experiência que os atletas da minha equipe apresentam. Mesmo com a derrota, acredito que eles evoluíram bastante desde o início do ano e acredito que melhorarão ainda mais.

Blog: O que você acha que poderia ter ajudado o time? Pois a parcial do primeiro set foi de 21X19, ou seja, foi bastante apertado. O que o senhor acha sobre isso?

Luiz: A inexperiência gera o nervosismo. E isso trás insegurança, e, com isso, algumas ações do jogo se complicam. Saques, defesas em algumas situações, e fazer o ataque são mais difíceis com nervosismo. Esses são fatores que, para alguns inexperientes, afetam muito.

Blog: Para finalizar, faremos a mesma pergunta que fizemos para o técnico do time adversário: você acha que se não estivesse tanto sol, o time apresentaria um melhor desenvolvimento?

Luiz: Um sol na cara atrapalha um pouquinho. Mas como treinam nesse horário isso não foi um problema.

Band leva o bronze do pré-mirim de futsal

Por Anna Gabriel Oliveira

bgBandeirantes e Nossa Senhora das Graças se enfrentaram neste domingo na disputa pelo 3º lugar do futsal na categoria pré-mirim masculino. O Band venceu por 7×4, num jogo com ambos os times atacando bastante e também com várias faltas.

O Band começou o jogo atacando muito. O time marcou o primeiro gol aos 50 segundos de partida e, logo em seguida, colocou uma mais uma bola na rede adversária. O Gracinha, no entanto, não desanimou e empatou o placar. Apesar do equilíbrio do jogo, o Band continuou a atacar insistentemente, mantendo a maior posse de bola. Após o intervalo, o Gracinha voltou com mais vontade, chutando muito mais ao gol. Mas isso não impediu o Band de marcar mais quatro vezes.

“Os jogadores do Gracinha eram fortes e muito agressivos”, comentou o camisa 18 do Band, Lucas Suzuki, 11 anos, contou que joga desde pequeno. Mesmo assim, Suzuki achou que a partida foi boa. Já o técnico Dutra, também do Band, considerou o jogo disputado, mas que a atuação de seu time lhe agradou.

Arqui vence Gracinha no Hand pré-mirim

Por Anna Gabriela Oliveira e Isabela Sarno Taccolini

goleiroDuas tradicionais equipes se enfrentaram nesta sexta-feira no handebol. Arqui e Gracinha, com seus jogadores da categoria pré-mirim, mostraram seus talentos em jogo bem disputado que acabou com a vitória do Arqui por 15×11.

O jogo começou rápido e disputado. Enquanto o Gracinha não fez tantas jogadas em equipe, confiando que um contra-ataque rápido seria mais eficiente, o Arqui, por apostar mais em passes entre seus jogadores, conseguiu furar a defesa do oponente com muito mais facilidade, fazendo com que o primeiro tempo terminasse 9×3.

O intervalo foi momento de concentração, com os jogadores do Gracinha silenciosos e introspectivos. O segundo tempo iniciou-se com um gol do Graças, mas o Arqui revidou com garra, fazendo três gols seguidos e, após alguns minutos, mais três em série. O Graças conseguiu, então, quando o jogo se aproximava do seu décimo minuto, seu quinto gol, que foi seguido por um do adversário e mais dois do Graça

Um dos grandes destaques da partida foi o goleiro do Arqui, Lourenze Mariane, de 12 anos. Ele mostrou talento, apesar de só ter começado a jogar nesse ano. afirmou achar o nível de dificuldade do jogo razoável. “Houve outros mais difíceis” disse. Essa foi a terceira partida que o Arqui jogou no InterBand esse ano. De acordo com Mariane, comparada a contra o Vera Cruz e contra o Magno, foi a partida mais fácil.

Superação

Por Caio Dib

As meninas do pré-mirim de handebol do colégio Bandeirantes nunca tinham ganhado um jogo. No InterBand, ganharam as três partidas que disputaram e, depois de uma difícil vitória contra a Escola da Vila, por 9×8, estão na final do campeonato. Confira as fotos e, em breve, o podcast com o técnico d Band, Freddy Liberato:

Band vence jogo disputado

Por Breno Silva

Interband dia 21 017O Band venceu nesse sábado o colégio Móbile no pré-mirim feminino de handebol por 4×3 em um jogo emocionante e indefinido até o fim da partida.

“Foi a 1ª vitória da carreira dessas atletas e ninguém sabe o que essas jogadoras passaram” conta Freddy Liberato,  técnico do Band.

Já para Ana Luiza Araújo e Désirée Brissac, do Móbile, “faltou apenas a vitória, já que as oportunidades apareceram”. As atletas acreditam que o placar refletiu a partida, uma vez que foi um jogo disputado.

Arqui vence por 39×00

Por Maria Carla M.

Imagem 015

No jogo de hoje, de basquetebol pré-mirim feminino, o Arqui  venceu por 39 a 0 do CEB.

O time do CEB contava com atletas de menor porte físico e com menos experiência. “Eu já esperava este resultado porque meu time é iniciante” disse o técnico Gustavo Winther do CEB.

Por outro lado o time do Arqui já joga junto há dois anos e meio, como disse o assistente técnico Thiago Costa que se mostra confiante quando aos resultados da equipe durante o campeonato.

O destaque da partida foi Giovana Mosquin, do Arqui. Porém sete das nove jogadoras do time marcaram pontos. “O jogo foi disputado, mas deu pra vencer com facilidade” disse Giovana.

Confira a entrevista com o assistente técnico do Arqui, Thiago Costa:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=2Ola8BjSRJA]

Davi ganhou de Golias

Por Breno Silva

Breno Silva

No primeiro jogo do dia, o Salesiano, estreante no handebol, derrotou a Móbile – atual vice-campeã na categoria – por 12X5, na Quadra 1, pelo pré-mirim masculino.

O jogo foi interrompido diversas vezes. Aconteceram faltas agressivas dos jogadores – foram 3 cartões amarelos ao total – e a garoa insistia em cair.

No final da partida, o técnico dos vencedores, Sérgio Silva, disse que “o conjunto e a alegria do time foram fundamentais para a vitória”.

Encerrado: Band x Educandário

Por Rafael Daigo

O jogo de handebol pré-mirim Bandeirantes X Educandário acabou com vitória do Band por 14 a 6.

No primeiro tempo, o Band ficou na frente, com o placar de 6 a 3 . No segundo tempo continuou vencendo.

Durante o jogo,  Jihad Abdul Rahman– numero 9 do colégio Educandário -, com seu 1,32 metro, mostrou uma grande vontade de jogar: “Não me intimido nem um pouco com a altura deles” disse.